Chegar chegando

Cheguei do Rio . Não pensem que seja fácil .Chegar ou deixar o Rio para trás é deixar para trás uma vida entenda-se por vida “ as lutas contra o rei” a procura do melhor para passar aos montes de meninos ou meninas o que fosse mais abrangente a medicina ,a Anestesiologia , a procura de si,a aceitação de que independente de outro ou outrem você deva e seja feliz. Cara é muita vida , são muitos sentimentos controversos ou não . Cheguei e minha irmã que mora aqui em Vitória disse : já que você e coxinha eu fiz coxinha com quiabo para você .E olhe quando entrar cuidado com o cocô da Kena ( a gatinha dela) porque eu ainda não limpei. Daí a minha cabeça mais louca que o usual juntou : fiz coxinha para vc que é coxinha e o coco que continua Simples irmã : impossível taxar coxinhas porque estamos morrendo de vergonha de termos sido representados por uma peça que diz matamos antes da delação ou o cocô continua porque continua irmã: depois da ultima citação na soberana câmara dos ilustres deputados o cocô continua : a velha e ridícula oligarquia dos antigos ‘ estadistas’” deste mísero país continuam a “ maquiar’a verdade inconteste este país de M: deputados comprados , alguns efêmeros mas com aposentadoria garantida e a velha e ridícula política a enfiar goela abaixo. Mamona,irmã linda eu não sou coxinha (embora tenha devorado a panela toda)eu não sei aonde me encaixar nesta loucura generalizada que está a nível do país porque o cocô da Kena prevalece : continuam lá apesar de toda a rede social este câncer ou cancro que os idólatras da “ democracia do proletariado fizeram ao país é a nós coxinhas representados pelo CARREIRISTA do menino prodígio neto de Tancredo nos fez emergir : continua a imperar o cocô da Kena Bora tentar equilibrar( a nós)

Anúncios

Autor: betaniasemh

Professora universitária pela UERJ e médica do Hospital Federal Cardoso Fontes/ Rio de Janeiro duração : 35 anos aposentada 65 anos. Solteira, sem filhos. Viagens, arte, música e escrever são minhas predileções atuais não deixando de forma alguma a medicina agora como um fator de ajuda a necessitados. A paixão por escrever sobre os mais variados assuntos me moveu até aqui.( Ler é vestir a alma, escrever é despi-la) Resido atualmente na região serrana do estado do Espírito Santo na cidade de Santa Teresa colonização italiana e alemã.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s