Paz

Surpreende a velocidade dos momentos que se vão e como são celeres. Mesmo sem a obrigação que parece remontar a milênios, quando a correria começava as 4 da matina, ainda ora e agora eles me fogem ou fogem ao meu alcance.

A mais extenuante e verídica possível explicação se deve a constatação de que a posição horizontal em uma mesa cirúrgica não é coerente com o estudo, o saber, a liderança, as broncas e os puxões de orelha. Mexe profundamente com a pseudo onipotência e o eterno chavão de que conosco não acontecerá.

Acontece.

Cansei de dar esporro no cirurgião que insistia em continuar manuseando regiões que ” diziam respeito” diretamente ao coração o qual continuar ” sentindo” era minha obrigação e luta e escuta-lo falar: não me ” mandou ” ficar quieto quantas vezes na vida pois então quieta e caladinha . E mais uma vez dentre destes incontáveis anos eu tive a vontade ” inerente” ao anestesiologista ( raríssimas exceções): esganar o cirurgião. Mas ele é tão gentil essa raridade que esta vontade não tive na verdade não. Escutei as duas ” crias”assim: mas eu disse isto e o outro disse mas eu vou fazer assim. Achei melhor não intervir mais. Já o fiz suficiente. Enquanto via ou sentia a delícia de ser dirigida ao nirvana eu adormeci pensando na palavra : suficiente.

Óbvio que sendo muito bem anestesiada o raciocínio não continuou.

Mas vamos lá: o que seja suficiente.

Não me recordo onde foi que li uma história de alguém que prestou atenção na despedida de parentes e amigos em um destes aeroportos afora e ficou intrigado porque o cumprimento da despedida era ou melhor foi assim: eu lhe desejo o suficiente e isto dito dentro de um forte abraço. Não se contendo perguntou pelo significado de suficiente no cumprimento e obteve a seguinte resposta: nada menos e nada mais , senhor, que o suficiente para estar bem, ter saúde e corresponder aos afetos. Eu quando li fiquei pensando : parece cumprimento de orientais não? Achei tão lindo que quis coloca-lo no meu dia a dia mas as vezes ou sempre tinha de explicar, acabei desistindo. Mas a cada dia ou experiência, ou crise, ou qualquer sentido ou sentimento ( acho que finalmente) tenho o real sentido do suficiente. É enorme o sentido!

Como assim suficiente ser enorme?

É sim. A paz de se saber curada após 10 meses com esta carótida direita teimosa( ou não seria minha, rs), os exames se assemelham a de uma jovem de 20 anos , os sininhos da felicidade continuam insistentes, o chá está delicioso, Rick sempre insistente( é o pássaro que vive aqui nas varandas se divertindo com as folhagens e flores) sendo meu despertador natural. Insistente porque fica bicando os vidros até que o deixe se situar que o jardim termina ali nos vidros quando abro as cortinas . Mas ele volta durante o dia todo, traz mais ” gente” com ele. Eu já briguei com ele ( continuo briguenta) para deixar que eu escute em paz a Kina Grannis cantar Beth, ou a delícia de Adios Nonino pelo Piazzolla.

Vão rir não é?

Vão dizer : isto é velhice.

E não é suficiente?

Paz , a ternura de se saber bem , uma delícia de música, uma temperatura inerente aos países mais frios, a insistência de Rick e o tinto daqui a pouco hein?

Aqui entre nós, é delícia o suficiente.

Eu lhes desejo o suficiente através dos dias que reúnam o feriado e o fim de semana.

Para ser verdadeira busquem o suficiente em si. Fica mais completo meu desejo a vocês .

Anúncios

Autor: betaniasemh

Professora universitária pela UERJ e médica do Hospital Federal Cardoso Fontes/ Rio de Janeiro duração : 35 anos aposentada 65 anos. Solteira, sem filhos. Viagens, arte, música e escrever são minhas predileções atuais não deixando de forma alguma a medicina agora como um fator de ajuda a necessitados. A paixão por escrever sobre os mais variados assuntos me moveu até aqui.( Ler é vestir a alma, escrever é despi-la) Resido atualmente na região serrana do estado do Espírito Santo na cidade de Santa Teresa colonização italiana e alemã.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s