A falácia das ” reguladoras de planos de saúde”

Vou deixar um pouco a saudade do que não fui para tentar falar de mais uma “caixa de Pandora” dentre tantas que ainda existem e se é que serão abertas. Se o forem que permitam, quem as abrir , que saiam todos os males mas a esperança também. As que foram abertas deixaram ao povo brasileiro , pelo menos grande parte dele, a esperança que nos move . Ainda faço parte deste quinhão.

Recebo de um amigo quase todos os dias e pela enorme boa vontade dele as notícias veiculadas recentemente . Ontem dia 29 de janeiro recebi uma sobre ” surubinha de leve”( que postergo comentar dado o nível do fato) e outra que nos toca diretamente.

A ANS fiscaliza os planos de saúde neste país . Por definição ,objetivos ou estatutos regimentos e regulamentos deveria fiscalizar “A FAVOR” dos usuários destes planos devidamente ” enfiados goela abaixo” a partir de 1972 com a proliferação desenfreada de cursos de medicina , formação de mão de obra aos montes e portanto trabalhando a preços vis para a também proliferação desenfreada concomitante dos nababescos planos de saúde que ofereciam o que fosse de melhor ao seu tratamento clínico ou cirúrgico a custa de mensalidades atualmente e sempre exorbitantes e estrangulamento e deteriorização da saúde pública , vulgo SUS, sendo esta por aí a vigésima ou mais sigla de saúde pública nacional.

A ANS nunca cumpriu seus objetivos ou seja lá o que for o termo que a define. O que faz, regiamente , é deliberar sempre a favor destes planos .

O porque atual é tão claro como a luz do sol. A agência nacional de saúde (ANS) subordinada ao ministério que leva este nome decidiu ontem frear o ” deságio” em custos de planos punindo os microempresários porque assim lhe foi repassada que alguns fundavam microempresas para pagarem menos as mensalidades. Não me foi dado a conhecer e creio a ninguém quais provas esta agência teve ou foi buscar a partir das afirmações dos empresários da saúde .

Não creio que as tenha. O ministro da saúde é dono da qualicorp ou o majoritário da maior intermediária ente planos e usuários com percentual altíssimo a seu favor . Eu nunca compreendi um engenheiro civil ( nem de biomedicina) ser o ministro.

Agora o entendimento é cristalino. Como está para sair mais uma ordem dada foi cumprida pelos serviçais na ANS que estando e tendo sede em ” Versailles” mantém a sede de poder, a afrodisíaca sensação de tudo poder e mais que óbvio mesmo em tempos de lava jato um agradinho ao bolso.

Enquanto isto os idosos têm a cada dia mais dificuldade em consentimento de exames, cirurgias, são reajustados seus planos anualmente ao bel prazer e totalmente estimulados por estas e outras intempéries a saírem dos planos uma vez que seja a população que os faz ter custos cada dia mais altos em tempos vigentes de tecnologia em medicina e que impedem a visão quase de ficção científica não de modalidades , experimentos , medicamentos médicos não , não . A visão são de suas sedes palacianas rivalizando em luxo ostentando na cara de qualquer um minimamente informado como a derrocada e a opressão, o descaso e a omissão de inúmeros ” governos” para com a saúde pública lhes fez bem tornando-os lindos, hercúleos e donos da fonte da juventude , juventude esta que é sua faixa predileta em vendas e lucratividade.

E a ANS continua a se portar como serviçal , entrevista com a vista da planície, planalto sei lá dos ministérios , palácio , aquela visão de que tudo está sob controle ,a saúde está . ANS atenta aos usuários .

Falácia que seja e o é.

Anúncios

Autor: betaniasemh

Professora universitária pela UERJ e médica do Hospital Federal Cardoso Fontes/ Rio de Janeiro duração : 35 anos aposentada 65 anos. Solteira, sem filhos. Viagens, arte, música e escrever são minhas predileções atuais não deixando de forma alguma a medicina agora como um fator de ajuda a necessitados. A paixão por escrever sobre os mais variados assuntos me moveu até aqui.( Ler é vestir a alma, escrever é despi-la) Resido atualmente na região serrana do estado do Espírito Santo na cidade de Santa Teresa colonização italiana e alemã.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s