Materno

Ser mãe não é o mesmo que tornar-se mãe. A diferença é imensurável. Ouso dizer, aos mais próximos, óbvio, que ” adquirem mais um gene ou ocorre alguma mutação genética ainda não explicada.E é o gem ou gene da ” burrice”. Porque suportam tantos desvarios, desvios, insultos, desafios que ” de fora” e optando por não ter filhos , tal conduta só tem uma explicação: tornam-se ” burras”. Doce e incongruente facilidade de dedução. Teoria ôca que cai por terra e é sepultada bastando olhar e interpretar os semblantes destas mulheres e homens corajosos que ” ousaram” criar um ser humano. Os olhos falam e são o espelho de suas almas e inúmeras vezes , em um absurdo silêncio, respondem mostrando um amor que ultrapassa em muito a compreensão humana. Só se encontra explicação dentro do campo da divindade. Em sendo divinas, não importa gênero, cumprimento-as com a reverência que se deva ter a espiritualidade escolhida. Parabéns é uma palavra ínfima para lhes dizer. Em assim sendo aceitem minha mais profunda admiração e respeito junto a amizade sincera e isenta .Pura emoção! A todas as quais permiti aqui estar! e a todas que neste imenso , diversificado, desordenado , desconhecido e abandonado país lutam por condições , no mínimo, dignas, para prover com mínimos gestos a educação , segurança e saúde a seus rebentos mesmo que tais condutas lhes tirem toda a força física comprometam sua saúde mas não abandonam o ” olhar de mãe”: atento, perspicaz, astuto e sobretudo doce e lindo! Tenham, mães, um lindo dia !

Tags: mãe, maternidade, escolha

Categorias: escritos pessoais

Autor: betaniasemh

Professora universitária pela UERJ e médica do Hospital Federal Cardoso Fontes/ Rio de Janeiro duração : 35 anos aposentada 65 anos. Solteira, sem filhos. Viagens, arte, música e escrever são minhas predileções atuais não deixando de forma alguma a medicina agora como um fator de ajuda a necessitados. A paixão por escrever sobre os mais variados assuntos me moveu até aqui.( Ler é vestir a alma, escrever é despi-la) Resido atualmente na região serrana do estado do Espírito Santo na cidade de Santa Teresa colonização italiana e alemã.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s