Tempo Rei

O dia a dia sempre exigiu uma performance de atleta de ponta . Não havia hora, lugar , trânsito , tiroteio que pudesse impedir chegar ao quinta d’or. Sempre foi , entre os particulares, o que me encantava ir atender. E tinha varias razões e eu “ praticamente” fazia a sutil tentativa de ficar por lá meio que tipo : as salas são enormes já notou? E os corredores?, poxa os quartos são imbatíveis em comodidade e se precisar de CTI já pensou? Quando despertar vai ver o museu imperial e a quinta da Boa Vista está verdinha , poxa sem erro operar e anestesiar aqui mesmo porque “ juntando tudo ali” tinha as escapulidas ao museu. Sempre via algo tão lindo , a preciosidade de sua arquitetura,as múmias sempre me impressionaram e se me via só ao lado de alguma tome de monologar tipo querendo mesmo saber de sua vida. Creio que só ali me interessava realmente pela “ vida alheia” eu queria saber como foi como e porque , onde esteve com quem, quando?

O silêncio era um companheiro fiel ( ainda bem) e Luzia?

Ah Luzia era encantadora em seus milhões de anos eu perguntava : era vaidosa? Você teve sorte : não havia cartão de crédito mas com certeza devia saber fazer barganha não?

Uma boa mulher deve saber barganhar tudo , diga-se de passagem. Eu a achava dotada da linda “ calma da ignorância” e ao mesmo tempo me policiava para não julgar . Ora sabia eu por acaso o que se passou com ela?

Saía correndo para voltar ao hospital extasiada com a beleza do passado, a opulência de reinados ou a tênue certeza de que deveria ler mais sobre este ou aquele objeto, ser, espaço ou escritos . Tempo escasso . Tempo rei .

Os dias eram assim.

Anúncios

Autor: betaniasemh

Professora universitária pela UERJ e médica do Hospital Federal Cardoso Fontes/ Rio de Janeiro duração : 35 anos aposentada 65 anos. Solteira, sem filhos. Viagens, arte, música e escrever são minhas predileções atuais não deixando de forma alguma a medicina agora como um fator de ajuda a necessitados. A paixão por escrever sobre os mais variados assuntos me moveu até aqui.( Ler é vestir a alma, escrever é despi-la) Resido atualmente na região serrana do estado do Espírito Santo na cidade de Santa Teresa colonização italiana e alemã.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s